Dia de 30.000 RPMs

É uma sensação muito boa trocar as palhetas e ferramentas insosas do Photoshop e Illustrator por coisas de verdade. Acordar cedo, tomar um balde de café e tres fatias de pão duro com azeite e tomate para tomar o rumo do galpão da Fábrica de Cenários para fazer umas peças para um filme.

Ferramentas de verdade.

Adoro o cheiro de óleo de fresa pela manhã, me soa, como...vitória!

Teve também a parte boa de estrear a tupia e as fresas que o Dílson Mesquita trouxe pra mim, com 30.000 RPM o acabamento fica perfeito até com o pior dos operadores. O barulho é de primeira, lindo, ensurdecedor, parece uma turbina pois esse movimento rápido cria algumas situações especiais no ar e no som. Qualquer milímetro de movimento voce sente essa maquininha laranja dando um coice e cortando a madeira igual manteiga. De qualquer jeito, ainda tenho carinho e me mantenho fiel a grosa, formão e lixa.

Eu tenho esse pensamento com as coisas: elas tem que ser usadas. Já estava agoniado por ter passado uns dois meses e não tinha estreado ainda, em compensação, hoje ela já comeu madeira pra caramba. Até amanhá serão pelo menos 40 metros de acabamento!

Agora, a CNC do Serginho. Hoje tiramos várias peças de um MDF de 15mm de 275 x 125cm. A resolução continua boa e rápida. Quem sabe um dia tenho uma dessa na sala de casa?

Essa aí é grande e aguenta bastante serviço. Dia todo cortando a 30.000 RPM mandando poeira direto para o nossos pulmões: metal, madeira, acrílico qualquer coisa que voce colocar ela tora. Só depende da fresa e dos cuidados para operar. Se eu conhecesse disso na época da faculdade... Esse mangueirão é o aspirador. Para ter uma idéia, o ar condicionado da sala travou com tanta poeira mesmo rolando isso aí.

Painel

Coordenadas da fresa, altura que ela se encontra (pode cortar ou gravar, realmente 3D) ,velocidade de corte: 3m por minuto, e rotação que depende do material, madeira fica com 30.000 RPM.

Madeiras para acabamento

Com a minha nova tupia, cada lado de 600mm eu estava passando em menos de 10 segundos, ai tinha que desligar, esperar ela reduzir para colocar na mesa e rearrumar a peça. Poderia ser perigoso mudar com uma mão só e correr o risco de deixar a tupia pulando, pois ela dá coice e acho que ela pode atravessar qualquer parte do corpo antes que se tenha noção do que está acontecendo. Resolvi colocar três uma do lado da outra e passar de uma vez só. O acabamento das laterais é arredondado e fica bem certinho mesmo sem lixar.

 

Bom, agora nada como chegar em casa, tirar a poeira da alma e fazer algumas coisas atrasadas aqui no computador, molezinha. As peças da Prusa ainda não chegaram, então não tenho muitas atualizações, infelizmente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s