Log de Montagem: dia 27/06 – Instalação das correias

Como sempre digo, o que eu faria sem a ajuda dos amigos que eu fiz na comunidade Reprap? Em São Cristóvão não achei as correias T5, quem me safou mais uma vez foi o Roberto (tb conhecido como RJ, ‘Inoxidável’ ou na praia como ‘O Esbelto’).

Eixo X
Como a correia era menor do que os furos padrão, tive que refazer os furos mais perto das bordas para ganhar alguns centímetros, ai trabalheira de novo, tira mesa, bota mesa, mede, fura, coloca de novo.

1º Problema: Correia mais baixa
Me incomodou um pouco a correia estar uns 5mm mais baixa que a polia. Aí fiquei mexendo a mesa pra e pra cá para sentir o movimento, e percebi que nas finais de curso ela ficava mais presa, deduzi que por causa da diferença de altura. Então eu usei a presilha da correia como base, com issso ficou na mesma altura e peguei uma pecinha que veio no meu kit e nem o Muringa sabia pra que servia e usei para prender por cima. Ficou jóia.

Correia t5 Reprap Prusa Belt

A correia de início ficou muito baixa forçando mais o fim de curso do eixo X

Alteração na altura,

Alteração na altura, usei a presilha como base, mas poderia ter sido um pedacinho de MDF ou qualquer outro material. Assim correu bem mais macio, encaixando direitinho no final.

2º Problema: Motor encosta na presilha da barra lisa do eixo X
Depois de todo este trabalho, ainda me acontece isso. Levando em conta que este motor esquenta bastante, ainda seria bom ter uns cm sobrando para colocar um dissipador de calor ou uma ventoinha.

Aí cheguei todo o conjunto cerca de 1cm para o lado, o que é fácil mas tem que furar a mesa mais umas vezes para colocar as correias de novo…

Mesa do eixo X

Aqui tive que deslocar os furos para a direita para o motor não encostar na presilha do lado esquerdo. A mesa ficou toda furada.

Eixo Y
É um eixo chato de trabalhar porque depois de tudo montado, o espaço é pequeno. Tem um detalhe adicional que é o seguinte: meu hotend é maior do que o buraco do carrinho, então tem que ficar grudado o tempo todo, o que atrapalha um pouco também.

Assim deu ruim!

Não ficou nada bom inverter a direção da extrusora! A correia passava raspando na engrenagem, ainda bem que existe o grupo de estudos para resolver uma questão destas.

O problema aqui foi que mesmo depois de olhar diversas fotos, quebrar a cabeça, ter certeza absoluta do que estava a fazer, no final das contas a correia estava encostando no motor!

Diferença de altura dos motores de passo

O motor da direita é um Kizan que comprei na Ultimachine para a extrusora, o outro é do Maia (gentilmente emprestado) que ele comprou no Alibaba.com, troquei eles de lugar (do eixo X para extrusora) na esperança de não encostar mais na correia, mas continuou com o problema.

Fui para a solução mais simples: virar ao contrário, só que ficou pior, a engrenagem grande encostava na correia. Aí pedi arrego, mandei para o fórum (https://groups.google.com/forum/?fromgroups#!forum/reprapbr), em 30 minutos já tinha algumas respostas com a solução!

Carriage na diagonal

A solução é simples: prender a extrusora na diagonal. Valeu grupo de estudos! Aparentemente assim o peso do motor que fica bem mais no alto, fica no meio do carrinho também o que deve ser bom, favorecendo o equilíbrio.

A solução é bem simples: prender na diagonal. Incrível que mesmo tendo 6 furos (3 de cada lado) que possibilitam prender o carro na diagonal, a minha cabeça só visualizava ele reto (ou virado para a frente ou para trás).

Referências:
Escolha das correias 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s