Ajustes para nivelar a mesa de impressão da Prusa Mendel

Uma das tarefas mais chatas antes de imprimir é nivelar a mesa. Enquanto não vejo uma maneira de resolver pois ainda tenho outros N ajustes a fazer na impressora, resolvi parte do problema com pequenos níveis de tripé de fotografia que comprei no eBay como estes aqui comprei 6 unidades por cerca de R$ 14,oo já com entrega (menos de 2 reais cada).

Nível da mesa

Antes eu estava usando este nível que é o menor que eu tenho, meço aqui na mesa e depois meço todo o eixo X para ver se está na mesma margem de inclinação. Mas só que para medir o eixo X, este nível ainda é grande demais.

Variáveis
Eu levo em conta que a base em que a minha impressora se apóia não é perfeitamente nivelada, então tenho que ter um jogo de cintura para permitir algumas coisas fora de esquadro, principalmente no eixo Y, que a princípio não trazem problemas. O importante é este eixo da mesa estar nivelado igual a base.

Nível de bolinha novo

Aqui com o nível novo. Ficou bem mais prático para aferir. Ainda coloquei apoiado em cada suporte do Z mas eles contém muita inclinação no eixo Y, aí não consegui medir corretamente.

Considerações
Ontem usei pela primeira vez e foi bem útil, vou considerar prende-las definitivamente em alguns cantos, no próprio extruder e numa extensão da mesa e aí posto aqui as considerações.

Outros posts sobre a mesa de impressão:

Anúncios

Adaptando um thermistor de 100k na mesa aquecida

Quando fui comprar as peças estava em falta o thermistor que todo mundo usa da Farnell. Aí o Maia pegou um de 9K de uma sucata e servia para monitorar a temperatura de um processador de PC e tacamos lá embaixo da mesa, só que mesmo com as tabelas do Repetier e do Marlin nunca funcionou direito, os 30º C do Rio de Janeiro viravam 62ºC e calibramos a mesa para chegar a 130/140º C.

Thermistor antigo e novo

Thermistor antigo que se parece com o modelo mais adequedo e a minha adaptação ao fundo.

Aí quando eu estava desmontando a mesa para melhorar a ligação com a eletrônica, trocando fios etc, pensei em colocar o thermistor de 100K de vidro que o Roberto [RJ] me deu para montar o hotend com bico de gás e tubo de freio. Como ele é de um tipo diferente, tive que dar um jeito de prensar ele sem quebrar pois não cabe no buraquinho no meio da mesa aquecida. Eu isolei as pernas com tubo termo retrátil  fiz uma cavidade para ele caber e coloquei pasta térmica o que aparentemente resolveu e agora pelo menos na temperatura ambiente está marcando a temperatura real.

Detalhe da instalação do thermistor

Instalação do thermistor de vidro sob a mesa aquecida (PCB MarkI). O orifício maior é onde entrava o thermistor antigo que media a temperatura e fazia contato pela ponta.

Agora os 30ºC sao 30ºC e na leitura com a mesa aquecida (que não pude verificar se é correta) chega a 110ºC em cerca de 8 minutos.

Fornecedor: Alumínio e latão

Já tinha passado algumas vezes por aqui mas nunca tinha reparado no estoque que é bem variado sempre em alumínio ou latão, os preços são ok e é fácil de chegar pra quem vem do centro e zona sul. As barras são chamadas vergalhões e os tarugos e placas de barra chata, além disso, todas as medidas são SAE (polegadas).
Eu comprei várias barras (vergalhões), placas e tarugos para fazer meu hotend e suportes diversos, além de pretender usar em outros projetos também. Só faltam as ferramentas! rs.
Barras de alumínio

Barras chatas e vergalhões de alumínio. Comprei logo um bom sortimento pra inventar e adaptar as coisas de casa.

Av Gomes Freire, 525 – A
Centro – Rio de Janeiro – RJ
Tel.: (21) 2252-9448

Novas lojas online

http://reprapworld.com
Um colega do grupo reprapbr comprou e disse que a entrega foi bem rápida. O estoque é variado e interessante com muitas peças. Verifiquei os preços e em 06/07/2012 eram em conta comparando com Ultimachine e eBay. Vale a pena uma olhada.

http://techpaladin.com

Não tem muita variedade mas os preços e o frete são muito bons. Um dos poucos lugares que achei as correias GT2, mais barato até que que na SDP.

Nova Página: Glossário

Como tenho comprado muitas coisas pela internet e nem sempre sei os nomes das ferramentas ou peças para pesquisar, fiz essa lista mastigadinha com algumas especificações para ajudar na pesquisa:

https://ravinagre.wordpress.com/glossario-de-pecas/

Espero que seja útil!

Novos produtos da Ultimachine

A ultimachine soltou um post com produtos novos, particularmente gostei das correias e polias GT2 com o kit a USD 36,oo, as LM8UU a USD 1.75 cada e materiais de impressão novos, como o Policarbonato (PC) que é ultrarresistente (é assim que usa essa estranha nova ortografia?) e um tal de PVA solúvel em água.

Correia e Polia

Tentação

http://ultimachine.com/content/timing-belt-pulley-gt2-kit

Policarbonato

UltiMachine Recently Added Products | UltiMachine

http://ultimachine.com/content/polycarbonate-3mm-clear-1kg-spool

UltiMachine Recently Added Products | UltiMachine.

via UltiMachine Recently Added Products | UltiMachine.

Fornecedor: Peças Impressas.

As minhas peças, eu comprei com o Muringa faz uns 3 meses. São de PLA que é menos resistente que o ABS, mas é ecologicamente correto embora para esta aplicação eu não veja muito sentido pois não pretendo reciclar a minha Prusa tão cedo.

Peças impressas

Peças feitas pelo Muringa, boa qualidade e suporte, tive a oportunidade de pegar pessoalmente com ele em Campinas e receber algumas instruções de montagem.

Muringa: http://reprapbr.com.br

O Paulo Fernandes comprou a dele no Mercado Livre com o Muringa de PLA também e pelo o que fala no blog a qualidade é muito boa.

Adendo
Tem uma coisa legal e saudável da comunidade que é o debate. O Muringa deu uma olhada aqui no blog, corrigiu o fornecedor do Paulo e disse que o kit original dele de ABS trincou. Além disso, as minhas presilhas que quebraram e substui por ABS ele disse que teve problemas para fixar o eixo de uma outra impressora com ABS garantindo que o PLA é melhor mesmo tendo que ter mais cuidado na hora de apertar.

Fornecedor: barras lisas, ou guia linear

Graças ao Maia e ao Roberto [RJ] Wazen achamos um fornecedor no Rio! Eu perdi duas tardes em São Cristóvão buscando isso, mas agora temos um lugar para nos abastecer aqui na Cidade Calamitosa:

Tupaíba Ferro e Aço
Rua Bonsucesso, 457 – an 1
Rio de Janeiro – RJ – CEP 21040320
Bairro: Bonsucesso
Tel.: (21) 2560-6887

As barras que foram compradas, eram de aço chromo e 3m foram cerca de R$ 37,oo.

http://inbr.biz/tupaiba-ferro-e-aco-ltda
aqui, no apontador

Mais sobre as barras roscadas:
Neste post: Smooth Rod, eixo ou guia linear?
Reciclando as barras lineares de impressoras velhas 

Materiais não listados: mangueira de borracha para o coupling

A pior coisa que tem quando voce está empolgado fazendo algo é ter que parar o serviço não por cansaço ou falta de interesse, mas por falta de algum material. Aí voce fica com aquele olhar cheio de vontade nas peças, com a ferramenta na mão, mas tem que parar, ir na rua comprar ou até esperar o fim de semana acabar para continuar. Não, não estou falando de noitadas e a falta que uma camisinha faz na carteira, é da Prusa mesmo.

Aconteceu comigo na montagem do eixo Z. Minha meta do sábado era terminar toda a estrutura para no domingo colocar a RAMPS no lugar, mas na hora de prender o motor nas barras roscadas, vi que “faltava algo” para fixa-la corretamente no acoplador (coupling). Tive que esperar segunda-feira chegar para resolver esta questão que se monta em 5 minutos. Aqui vão as fotos:

Borracha no acoplador

Borracha no eixo do motor, ainda falta empurrar mais ela.

Borracha no acoplador

Como um negócio pequenino assim pode fazer tanta falta? Para colocar é melhor tirar o motor para poder fazer mais pressão.

A borracha tem cerca de 5mm de diametro, obviamente não medi antes de ir para a rua comprar mas dei sorte, ficou duro no inicio mas com a ficção esquentou e encaixou bem, em um deles estava mais duro e dei uma esquentada com o isqueiro. Um metro dessa borracha me custou R$ 0,70 o que me fez passar mais raiva ainda. Então fica a dica: tenha uma dessa a mão.

mangueira de borracha para travar o motor no acoplador

A borracha é essa aí. Peguei a transparente não por motivos estéticos, mas fiquei brincando com elas na loja e vi que era a mais maleável, acho que o corante das outras deixaram elas mais duras.

Link do acoplador que veio no meu kit (by Muringa):
http://www.thingiverse.com/thing:9622

Para que serve um acoplador (coupling)?
Fiz um post sobre isso 

Escolha dos motores

Não é pra um carro novo, é pra nossa Prusa mesmo. Estou tendo muitas dúvidas sobre qual motor comprar, os preços variam muito e as especificações também. Aí quem quer montar a sua Reprap sem um maior conhecimento de eletrônica (como eu) tem que estudar um pouco.

Um desenho do NEMA 17

Olhando assim, parece simples...

De início, NEMA 17, é só o tamanho, de 1.7 polegadas. Isso foi definido para uma padronização maior e é ótimo, mas os infinitos tipos e configurações de motores continuam existindo debaixo dessa carcaça.

Leia o básico do básico sobre os motores de passo.
Veja aqui na wiki, as recomendações “oficiais”.

Eu sei que bate aquela ansiedade porque voce sabe que vai demorar pra chegar e dá vontade de montar tudo logo e imprimir. Mas de qualquer jeito, há um longo caminho de “dor” e aprendizado de eletrônica pela frente.

Só com a ajuda da comunidade...

Seria mais fácil escolher entre gasolina ou alcool, 1.6 ou 1.0. Aqui o bicho pega mais!

O que é melhor? Maior corrente e menor resistência ou menor corrente e um torque mais modesto? Difícil saber, mas em breve eu vou organizar e postar uma conversa via email que tive com o Alain Mouette da Reprapbr.