Fazendo uma policorte caseira com uma esmerilhadeira de mão e sucata

2015-10-21 19.43.50
Andei apanhando na oficina para soldar pontas fora de esquadro e depois disso fiquei sonhando com uma esquadrejadeira/policorte. Só que isso nunca foi uma prioridade para investir essa grana (entre 600 e 1500 reais) para usar um ou dois dias ao mês, fora o que o espaço da oficina é pequeno e uma máquina dessa mesmo que a mais simples é pesada e volumosa.

2015-10-21 19.44.20

O parafuso de cima dá a firmeza para a máquina, e esse na cantoneira dá o alinhamento. Como ele não entra arrochado, acabou caindo com a vibração a solução foi colocar um pouco de trava-rosca tekbond na ponta dele. Ficou ok.

Como eu tenho duas esmerilhadeiras, que ganhei do meu cunhado que fechou o negócio dele, pensei em continuar com uma normal de mão e colocar a outra pra fazer uma esquadrejadeira.

Processo

  • Pesquisei o que já tinham feito
  • Fui fazendo por partes: primeiro a base com a dobradiça de porta pequena, depois a haste para então depois calcular uma altura razoável, lembre-se que quando maior as peças que voce quer cortar maior tem que ser a sua base e a altura da máquina.
  • Os parafusos dessa máquina são de 8mm. Acredito que seja padrão

    Montagem da esmerildeira no suporte

    Estava testando as dimensões e o movimento, se a altura estava ok para o que eu queria etc.

Vantagens

  • O tamanho e peso dão mais mobilidade e dá pra guardar numa prateleira;
  • O disco maior de 7″ rende muuuuito mais que o disco de corte pequeno. Num dia de trabalho eu usava uns 3 discos (R$ 5,oo cada), agora com o disco maior de 7″ (R$ 8,00) já cortei uns 4 dias e nem fez cosquinha no disco;
  • Preço, como eu tinha sucata de metalon, foi sem custo.

Desvantagens

  • Velocidade, com o disco grande a rotação cai, então tem que ir com calma;
  • A largura está limitada a uns 4,5 cm mas me atende bem, isso vai depender do seu projeto também, colocando a maquina mais alta voce vai poder cortar peças mais espessas;
  • No meu projeto ficou meio chato de ligar ela no botão da maquina, nada demais mas da pra pensar num interruptor separado;
  • Segurança, use com sabedoria zen e sem a coragem dos suicidas.
Mola para retorno

A primeira mola presa nas porcas ficou pouco tensa na posição inicial então adicionei mais uma que deu conta. Esse é um detalhe que dá conforto na operação e ajuda a se concentrar em apenas um movimento quando a peça já foi cortada


Pontos importantes:

Eu não gosto do projeto desse braço com uma cantoneira que tem o parafuso que entra no topo da maquina, mas ele é importante tanto para dar firmeza quanto para dar um ajuste fino no alinhamento da máquina.

A base de madeira foi uma solução simples que deu firmeza e um bom peso para a base. Achei melhor do que um estrado de metalon.

Me inspirei basicamente em dois sites para fazer:

http://www.instructables.com/id/Cut-Off-Saw-from-an-Angle-Head-Grinder/

2015-10-21 19.44.232015-10-21 19.44.262015-10-21 19.44.43

2015-10-21 19.44.06-2

Saiba que voce pode ficar sem uns dedinhos ou algo pior se isso não ficar bem feito, construa por sua própria conta e risco.

Anúncios

Partes para o bico aquecido: hot end

Minhas peças estão todas amargando um tempinho esquecidas em algum container ou no depósito da PF. Ainda me faltam os rolamentos lineares LM8UU e os motores NEMA 17.

As poucas coisas que andaram foram a estrutura,a extrusora e o bico aquecido graças ao Roberto [RJ] Wazen. Para não dizer que sou um total relapso com a Prusa, segui o blog do grupo de estudos e cortei umas madeiras a mais para mim e para o Roberto fazermos mais testes.

Serra de copo na furadeira

Mais fácil impossível. Se a sua senhora reclamar da sujeira, se defenda e use a serragem nos vasos de planta por cima da terra, pois diminue a evaporação da água da terra e a amplitude de temperatura. Ajuda também a diminuir os respingos da terra na hora de regar.

A funçao destas madeiras é fazer um sanduiche e pressionar o PTFE contra o bico de metal não deixando o plástico derretido sair entre eles devido a alta pressão, além de isolar termicamente a extrusora e a madeira é excelente isolante. Entenda mais aqui.

Vamos ver se essas peças vão aguentar.

Usei compensado de 10mm e 15mm mas acho que este de 15 ficou muito espesso. Infelizmente no blog não tinham as dimensões desses suportes. As minhas peças foram cortadas com a serra de copo e serrote. As circulares, tem 40mm e 50mm de diametro e correspondem aos tamanhos das serras de copo que eu tenho. As retangulares tem 50mm x 100mm. Mas isso é um chute, ainda não encaixei para ver o tamanho certo. Em tempo irei fazer um desenho desse no Rhino ou no Illustrator para ficar mais certinho.

Ferramentas para montar a Prusa

A não ser que voce esteja montando um móvel da IKEA, voce vai precisar de alguma ferramenta que não está na lista. Ferramenta é sempre útil, e ao invés de comprar um iPhone ou um parangolé que quebra e fica obsoleto em 2 anos, compre uma ferramenta (duram pra sempre, sabia?) e voce ainda pode construir e consertar coisas com elas!

Eu não inventei nada, só traduzi dessa lista aqui: http://reprap.org/wiki/Required_Tools

  • Chave allen métrica; Se voce usar as de polegada, prepare-se para usar uma outra ferramenta para retirar parafusos sem cabeça, pois ela vai esgarçar.
  • Ferro de solda e seus amigos: solda, acido, aquele negocinho de vácuo para sugar os resíduos de solda;
  • Alicate de pressão e grampos de marceneiro;
  • Instrumentos de medição, de preferencia um paquímetro digital e uma BOA régua metálica. Quando eu era da faculdade, isso era MUITO caro só quem tinha família que viajava muito ou o pai era executivo tinha, hoje com R$ 20,oo voce compra os dois no ebay.
  • Tesoura.
  • Alicate para descascar fio.
  • Furadeira e brocas (isso não é para a impressora, é para a vida!).
  • Chaves de boca e talvez uma inglesa.
  • Alicate, sempre gosto de ter um de corte e um para pegar e amassar.

    Esse é um set bacana de ter.

É altamente recomendado:

  • Lima pequena, dá um acabamento bem melhor nas barras que voce cortar. E serve pra tudo nessa vida: amolar facas e ferramentas, brocas, acabamentos em geral.
  • Mini retífica (tem gente que chama de Dremel), hoje é uma de minhas ferramentas preferidas.
  • Loctite Vermelho ou algum outro trava rosca. Um pouco de química porque as vezes só a física não resolve…
  • Arco de serra, é bom ter também um de reserva uma lâmina pois é muito melhor e mais confortável cortar com ela novinha.
  • Multimetro para checar as conexões da eletrônica e da fonte.
  • Tweezers for removing plastic from the hotend and holding other tiny parts

Eu adicionei algumas por conta própria, pois ao começar a desmontar uma impressora e uns drivers velhos vi que ia precisar.

  1. Chave Torx, paguei uns R$ 12,oo em um jogo vagabond no Palácio das Ferramentas, mas dá pra achar mais barato como aqui.

    Um se usa muito em celulares e eletrônicos, o outro se usa para desmontar os eletrônicos! rs

  2. Tesoura para folha de metal, sempre que voce não tem, precisa dela.
  3. Morsa pequena. ajuda muito na hora de cortar e aparar pontas.

O ideal é não comprar tudo de uma vez, separe R$ 40,oo por mês e vá avaliando o que voce precisa e comprando aos poucos, não compre a mais cara de todas, em geral dá pra arrumar tudo por menos de R$ 15,oo e elétricas por R$ 100,oo se não for algo muito especial como uma tupia. Este mês eu juntei uns pontos em um cartão de crédito que eu vou cancelar e peguei uma serra tico-tico e uma chave inglesa de 12″.

Quem gosta de fazer suas próprias coisas (DIY Men) deve ter tudo que é ferramenta a mão!